Luana

A realidade da privacidade online

Publicado em 6 de setembro de 2021
Translate: English | Français

Ontem surgiu uma polêmica com o ProtonMail que forneceu metadados e IP de um ativista às autoridades suíças, sendo que o serviço se autoproclama altamente comprometido com a privacidade dos dados de seus usuários, etc. Ok, nenhum dado dos e-mails foi fornecido, já que o sistema conta com criptografia ponta a ponta, mas fornecer dados como o IP já acendeu um alerta vermelho em boa parte dos usuários do serviço, mas não em mim.

Eu já fui muito obcecada por questões de privacidade mas com o passar do tempo entendi que é mais fácil partirmos do princípio de que se quisermos realmente ter 100% de privacidade online, então devemos ficar 100% offline.

E como eu não quis seguir esse extremo já que acredito na moderação e no autocontrole, acho mais inteligente assumir que a privacidade online está cada vez mais distante de nós mas ainda é possível nos protegermos minimamente e sem neuroses.

Não vai existir serviço perfeito nem 100% privado mas já ajuda se temos algo como o que o ProtonMail oferece. O resto é balela e desgaste desnecessário pra alimentar uma falsa sensação de privacidade.