Luana

Blog pessoal e engajamento

Publicado em 4 de dezembro de 2020
Translate: English | Français

Hoje li um relato aleatório no qual um jovem estava super frustrado com seu blog pessoal porque sente que tem muita coisa criativa pra compartilhar mas não consegue engajamento nem seguidores. Com isso, ele está perdendo a vontade de escrever já que ninguém ou poucas pessoas o lêem.

Engajamento é um termo batido que definiu e infelizmente ainda define quase tudo o que é criado na internet nos últimos anos. Blogs caça-cliques, canais no Youtube, Tiktok, Instagram… eu diria que 99% das pessoas nessas redes buscam o tal engajamento e aumentar o número de seguidores, criar a tal relevância e conseguir publicidade e ganhos monetários. E se essas pessoas estão obtendo sucesso é porque tem audiência. Basta dar uma olhada no “Top vídeos mais vistos/curtidos do Youtube Brasil 2020” pra se ter uma ideia do tipo de conteúdo que a maioria gosta de consumir.

O problema que vejo é que a mentalidade de criar um blog mesmo que pessoal ainda seja pra conseguir números: números de views, de cliques, de seguidores, de publicidade… e estamos falando de um simples blog pessoal que deveria ser… apenas pessoal. Uma porção de pessoas iludidas com a importância do engajamento. Tudo virou engajamento, percebe? Não é um saco isso?

Eu estou cansada e por esse motivo me encontrei no “cantinho da internet”, na indieweb. De certa forma lá temos pessoas “das antigas”, com uma mentalidade menos tolerante ao que a internet se transformou. Mas o mundo é assim, né? Talvez eu que nunca tenha me encaixado. Não consigo mais consumir nada nitidamente falso, superficial, cheio de intenções duvidosas… e me sentir usada pelos tais “influencers”.

Como diz o Charlie Brown (minduim): que puxa!


Este é o meu post de número 67 do desafio #100DaysToOffload – Just. Write.