Luana Olíveira

Hospedagens de sites precárias no Brasil

Publicado em

Translator: English | Français | Português


Tirei o fim de semana passado pra fazer alguns testes nas hospedagens de sites no Brasil, mais especificamente na Locaweb e Kinghost.

Fui uma das primeiras clientes da Kinghost em 2006 e descobri que ela foi comprada pela Locaweb no ano passado. Achei lamentável, pois a Locaweb com isso passa a exercer vendas agressivas de hospedagens (mais ou menos seguindo os moldes da péssima Endurance International Group) no qual a primeira compra é oferecida por um desconto incrível e posteriormente as cobranças são absurdamente caras. Tudo isso focando em quantidade e abrindo mão da qualidade dos serviços.

Pra quem não entende muito de servidores de hospedagem, infelizmente acaba acreditando que pagar em Reais a uma empresa brasileira é mais vantajoso mas isso está longe da realidade.

Atualmente é possível pagar mais barato (em dólar) por servidores mais rápidos nos EUA e Canadá com muito menos dor de cabeça e sem o jeitinho brasileiro de burocratizar tudo.

O desempenho das hospedagens WordPress nas empresas brasileiras é pífio, sendo muito mais recomendado usar o WordPress.com gratuito ou pagar menos de R$ 15/mês pra remover as propagandas e usar domínio próprio.

Como acho que as hospedagens no Brasil podem melhorar? Sinceramente não creio que isso seja possível. Como escrito acima, a Locaweb com suas práticas agressivas e focadas em quantidade não ajuda em nada. E pouco a pouco a Kinghost vai perdendo sua credibilidade, a excelência nos serviços e no atendimento.

Uma perda, sem dúvida.


Este é o meu post de número 43 do desafio #100DaysToOffload – Just. Write.