Luana

O Google cria o muro e a gente cria a escada

Publicado em 14 de dezembro de 2020
Translate: English | Français

Conforme escrevi neste post, em breve o Google Chrome adotará oficialmente na versão 88 o Manifest v3 que causará limitações às extensões que bloqueiam anúncios, como o uBlock Origin, por exemplo. Essa mudança estará no Chromium (projeto Open Source que originou o Chrome) e será adotado por navegadores que optarem por atualizar o “core”. Será o caso do Microsoft Edge, que já publicou oficialmente em outubro que vai aderir ao Manifest v3.

Como a maioria dos navegadores são baseados no Chromium, fica a nossa dúvida sobre quem adotará também essas mudanças.

Pois bem, já começaram a pipocar na internet algumas alternativas pra contornar esse problema dos adblockers independente do navegador. Como por exemplo usar a plaquinha Raspberry Pi com o Pi-Hole e realizar bloqueios de propagandas via DNS. Pra quem não quer usar Pi-Hole, existe alternativa.

Ainda poderemos usar navegadores que não vão adotar o Manifest v3 (atualizarei esse post quando souber quais) e o Mozilla Firefox.

Esse acontecimento servirá pra nos abrir os olhos sobre a nossa dependência dos serviços do Google, que aliás ficou hoje por uma hora fora do ar e deixou milhares de pessoas estacionadas em seus trabalhos sem alternativas.

Creio e espero que depois disso tenhamos novas alternativas de navegadores (de preferência independentes do Chromium) e novos sistemas eficientes de bloqueios de propagandas direto no DNS.

Atualização

  • 15/12/2020 – O Google liberou recurso pra bloquear nativamente anúncios pesados. Agora pensem comigo: é muito cômodo o Google julgar quem ele bloqueia e quem ele permite de acordo com o que pagam a ele, certo? Pois é… Vi a notícia aqui.

Este é o meu post de número 83 do desafio #100DaysToOffload – Just. Write.