Os Correios se tornaram obsoletos de vez

Não é a toa que os funcionários dos Correios estão em greve. A estatal está mergulhando de vez nas profundezas da ineficiência como resultado de políticas que alimentaram por décadas funcionários e serviços precários, assegurados por um sindicato igualmente alimentado pela antiga mentalidade protecionista.

Como a pandemia aumentou a demanda pelo ecommerce, os Correios se mostraram incapazes de atendê-la com qualidade e eficiência. O que fazer então? Greve.

E o que aconteceu com a greve? Nada. As empresas privadas de logística continuaram entregando com rapidez e eficiência nossas encomendas, muitas entregues no mesmo dia ou no dia seguinte sem custo adicional. Essas empresas vivem o seu melhor momento e nunca antes o impacto de uma greve dos Correios foi tão irrelevante.

Não sei a qual patrimônio os estadistas se referem quando se mostram contra a privatização de um dos piores serviços prestados à sociedade. Ninguém mais nesta década espera ficar meia hora aguardando atendimento precário em uma agência dos Correios com funcionários cheios de má vontade. Hoje queremos apenas imprimir uma etiqueta e despachar nossos pacotes, sem filas nem burocracia.

Os Correios precisam de renovação urgente pra sair dessa zona obsoleta. Greves já não funcionam mais.

Este é o meu post de número 6 do desafio #100DaysToOffload - Just. Write.

Deixe um comentário