Luana Olíveira

Por que não uso estatísticas no meu blog

Publicado em 4 de dezembro de 2020
Translate: English | Français

Não que eu não me preocupe com os meus eventuais leitores mas muito pelo contrário – me preocupo tanto que não faço uso de nenhum gerenciador de estatísticas no meu blog.

Por três motivos:

  • Estatísticas geralmente usam cookies pra monitorar várias informações sobre os visitantes; outros usam cookies apenas pra registrar visitantes únicos e obter mais precisão dos dados. Acho cookies invasivos.
  • Plugins ou scripts de estatísticas afetam o desempenho do blog, tornando-o mais lento ou mais pesado de alguma forma. Sou do pensamento de que quanto mais simples melhor.
  • Estatísticas querendo ou não geram uma certa ansiedade. Mais ou menos como quando a pessoa posta algo no instagram e fica ansiosa esperando que alguém curta ou comente. Eu prefiro evitar o estresse e continuar apenas compartilhando coisas do meu interesse na esperança de que em algum momento possa ser útil pra outra pessoa também. Só de pensar nessa possibilidade de transmitir algum conhecimento já fico satisfeita. Não preciso de números nem méritos.

Outra recente vantagem mas que prefiro deixar fora da listinha é que como o meu blog não contém nenhum tipo de tracker, gosto da certeza de que respeito a privacidade dos meus visitantes assim como eu gosto de ter a minha respeitada também. É sempre desagradável entrar em algum blog ou site e o adblocker acusar uns 118 tipos de trackers encontrados e bloqueados.

Nos últimos anos muitos sites estão detectando o adblocker e não mostram o conteúdo. Eu normalmente paro de visitar qualquer site que me proíba de manter a minha privacidade. Infelizmente muitas pessoas não ligam e são monitoradas a tal ponto que os próprios cookies no computador/smartphone delas são explorados e passam a exibir centenas de milhares de propagandas baseadas em tudo o que a pessoa acessou recentemente.

Detesto trackers! Por isso prefiro não ter estatísticas no meu blog.


Este é o meu post de número 68 do desafio #100DaysToOffload – Just. Write.