Luana Olíveira

Proposta de alimentação crua e viva em 2021

Publicado em 27 de dezembro de 2020
Translate: English | Français

Seguindo uma série de compromissos possíveis que pretendo propor para 2021, a partir dessa semana reiniciarei uma fase da minha vida que foi muito positiva poucos anos atrás: a alimentação crua e viva.

Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, a alimentação crua e viva nada tem a ver com emagrecimento mas com a desintoxicação e o reestabelecimento do sistema digestivo, além de otimizar o organismo de várias formas como por exemplo dispor de mais energia no dia a dia, dormir melhor, melhorar a pressão arterial, diminuição de enxaquecas, etc. O emagrecimento é apenas uma consequência dos bons hábitos cultivados.

O que é a alimentação crua e viva?

É uma alimentação baseada em vegetais crus, muitos sucos desintoxicantes e a parte viva fica por conta de alimentos probióticos como chucrute, kimchi, kombucha, kefir, grãos germinados e brotos.

Como já fiz esse tipo de alimentação, o que posso afirmar é que nas duas primeiras semanas é bem difícil mas depois desse período o corpo já estará mais desintoxicado e passará a responder melhor a esse tipo de alimentação.

Por no mínimo 15 dias farei apenas alimentação crua e viva, depois pretendo adicionar pães integrais, sopas fermentadas e alguns alimentos cozidos mas durante o período de pelo menos um ano não pretendo consumir nada de origem animal. Um aliado importante nesse período será o jejum intermitente, que explicarei em um próximo momento.

Aproveitarei essa fase saudável pra compartilhar mais informações sobre o funcionamento do processo, algumas receitas práticas e várias dicas.

Vamos embarcar juntos nessa? 😎


Este é o meu post de número 99 do desafio #100DaysToOffload – Just. Write.