Luana Olíveira

Proposta de vida mais leve, lenta e gratificante em 2021

Publicado em 26 de dezembro de 2020
Translate: English | Français

Nos Estados Unidos já existem há algum tempo movimentos chamados Slow News, Slow Food, Slow Travel, entre outros.

Esse “slow” significa exatamente lento. É como degustar devagar uma comida ou uma bebida de que você tanto gosta. E por falar em comida, o Slow Food propõe cozinhar devagar e com muito amor o seu próprio alimento e, se puder, ter também a sua própria horta pra ver tudo crescendo aos poucos e ir valorizando cada processo da sua nutrição.

Slow News é o processo de consumir notícias bem escritas fora do contexto sensacionalista e imediatista das mídias tradicionais. Isso implica evitar sites de últimas notícias e furos com excesso de informações e de tragédias. Sabemos que tudo o que é ruim aparece imediatamente pra gente através de algum parente, então se pudermos evitar sites de breaking news que nos deixam com a cabeça fritando, melhor.

Já Slow Travel é viajar sem pressa, curtindo tudo com paciência e tentando aproveitar lentamente as experiências proporcionadas por cada momento único.

Todos os exemplos acima provam como de alguma forma o ser humano foi se moldando à rapidez da informação obtida na internet e esse hábito de ter tudo muito rápido foi transferido pra vida.

As viagens são corridas, as notícias são consumidas como fast food sem qualidade nenhuma e assim vamos nos tornando robôs sem nenhuma emoção no que fazemos. Ou pior: emoções artificiais com pessoas artificiais, já que estão todos grudados na tela do smartphone sem se dar conta do mundo ao redor. Comemos mal, dormimos mal, consumimos conteúdos pífios e ainda nos achamos super inteligentes e antenados.

Minha proposta consiste em levar uma vida mais leve, mais lenta e mais gratificante em 2021. Voltar a ter prazer nos pequenos momentos, em cada ritual do dia a dia e oferecer mais atenção aos que amamos. Ser mais real e menos virtual. Evitar pessoas tóxicas e pessimistas. Ler mais livros. Refletir mais antes de fazer alguma coisa. Ser menos consumista. Viver melhor.

E você, já pensou a respeito de tudo o que você tem consumido na internet? Acha que essas coisas te tornam melhor, pior ou não fazem a menor diferença?

Que tal preencher o seu tempo com mais coisas que te fazem bem?


Este é o meu post de número 97 do desafio #100DaysToOffload – Just. Write.