Luana

Sobre a modinha dos ativos NFTs

Publicado em 8 de março de 2021
Translate: English | Français

Como estou um pouco de saco cheio do mundo dos criptoativos e afins, confesso que só soube dessa moda dos NFTs após ler uma notícia sobre os tokens vendidos pela artista Grimes, que arrecadou nada menos que US$ 6 milhões com artes digitais em NFTs.

Em seguida veio o anúncio da banda Kings of Leon que também surfará a onda lançando um novo álbum como NFT.

Agora o próximo exemplo é de cair o ** da *****: Jack Dorsey, o bilionário CEO do Twitter, simplesmente está vendendo o seu primeiro tuíte na plataforma como NFT.

Parece que a banalização da rede blockchain está chegando a níveis patéticos. E quanto mais cedo a galerinha lançar seus arquivos, artes, músicas e até textos (!) em NFT, melhor pra eles. Porque tudo o que é moda é assim mesmo. Acha que fazem isso pra destacarem os seus egos ou a tecnologia em si? Eu vejo mais como um massageador de egos, infelizmente. Porque não faz o menor sentido o Jack Dorsey que já é rico pra caramba passar a brincar de vender coisas inúteis e ainda ter a pachorra de chamar de “ativo”.

Acho que o Seth Godin escreveu bem em seu post “NFTs are a dangerous trap“. E assim como toda modinha, alguém sempre é feito de trouxa, e no caso, os trouxas que “investem” nessa brincadeirinha cara e sem graça.

PS: Não afirmo que tokens NFTs não possam ser usados para algo realmente útil e de valor. Mas o que estão fazendo nesse momento com a tecnologia é transformá-la em algo desprezível.

Atualização