Blogging

WordPress: o porto seguro

Eu entendo quem testa dezenas de CMS/SSG e se diverte conhecendo e aprendendo sobre eles.

São tantas opções, cada uma desenvolvida em uma linguagem de programação e tem para todos os gostos e níveis de conhecimento.

Eu testei por um tempo o GoBlog, um sistema de blogging desenvolvido em Golang cheio de opções muito legais. Mas o sistema foi desenvolvido para atender uma única pessoa. E não há nada de errado nisso. No entanto, às vezes faz falta um nível maior de personalização.

E por que a maioria retorna ao WordPress?

Eu também entendo quem cansa ou não tem mais tempo de testar e retorna ao bom e velho WordPress.

O WordPress é o que é: simples mas também pode ser robusto. É leve mas podemos incrementá-lo com dezenas de plugins. Atende a escritores eventuais ou a grandes portais. É democrático. É desenvolvido por centenas de pessoas que analisam as demandas para implementá-las em novas versões. Tudo é bem pensado. Ainda assim, pode agradar ou desagradar. Mas o WordPress é o que é.